Salinas, no Norte de Minas, concedeu à médica Raquel Muniz o título de cidadã honorária. A cerimônia, na Câmara Municipal, aconteceu após um projeto da vereadora Elizabeth Santos Magalhães (PR), reconhecendo o apoio e o trabalho desenvolvido na região, pela homenageada, também quando ela era parlamentar.

“É uma maneira de agradecer a Raquel Muniz principalmente pelo empenho dela quanto à BR-251. É um trecho onde infelizmente ocorrem muitos acidentes e o pessoal da nossa região trafega muito por ali”, disse Elizabeth, ressaltando uma campanha pela rodovia desenvolvida por Raquel, iniciativa que permitiu a recuperação do trecho de Montes Claros a Salinas.

A vereadora do PR é uma das duas mulheres parlamentares na Câmara, que no total tem 13 legisladores. Para ela, a política precisa de mais mulheres atuando, e Raquel seria uma inspiração.

“A atitude que ela tem é de uma pessoa de fibra, que sabe impor e não se amedronta com qualquer coisa. Acaba sendo um estímulo para nós. Não dá para trabalhar com as mesmas regras em todos os municípios, porque cada um tem a sua característica. As mulheres sabem agir com a razão aliada ao coração e a deputada trouxe isso para a gente. Ela se aproxima das pessoas e entendeu a nossa realidade que é precária”, pontuou.

CAPITAL NACIONAL
Com uma produção anual de 5 milhões de litros de cachaça e 56 marcas, Salinas ganhou o título de Capital Nacional da Cachaça, o que fez aumentar o turismo na região e despertar o interesse do resto do país. Raquel Muniz foi a autora do projeto na Câmara dos Deputados e recebeu o reconhecimento dos produtores locais da bebida.

“Hoje nosso produto está mais disputado. Depois que fomos reconhecidos, recebemos mensagens e gente de todas as partes do país interessada em conhecer de perto o que é produzido aqui. O ICMS era em torno da cerâmica, que teve uma baixa. Agora, é a cachaça que tem a maior arrecadação. Nosso principal produto”, assegura Cleber Santiago, presidente da Associação dos Produtores Artesanais de Cachaça de Salinas (Apacs), que reforçou a participação de Raquel Muniz em projetos futuros. “Já temos em pauta uma agenda com ela, que vai continuar nos ajudando a buscar recursos no Ministério da Agricultura”, antecipa.

Raquel Muniz afirmou que é gratificante ter o trabalho reconhecido. “Ser homenageada com este título é uma alegria e, mais ainda, é a certeza de que desempenhei corretamente a minha função, de que fiz um trabalho que trouxe e traz benefícios para a nossa região. É a certeza do dever cumprido e de ter atendido às expectativas dos norte-mineiros. Agradeço a todos pela homenagem e em especial à vereadora Beth. Nossa responsabilidade com o município é maior a partir de agora”, diz.

Fonte: onorte.net