terça-feira, 19 outubro(38)99114-1908

Buraco na rodovia tem estourado pneus no Norte de Minas

buraco

Um buraco de mais de um metro de diâmetro na pista no km 241 da rodovia BR-122 tem causado danos e perigo aos motoristas que trafegam após o trevo de Capitão Enéas no sentido para a BR-251 e Montes Claros, estourando pneus dos veículos.

O caso foi notificado pela própria Polícia Rodoviária Estadual e o mais grave é que o buraco fica tomado pelas águas, impedindo a visibilidade dos motoristas. O mesmo problema foi registrado em 2010, quando a rodovia ficou intransitável, com vários buracos pelo local. A pista do referido trecho foi construída em 1980 e, portanto, tem 40 anos. Passou apenas por reparos.

O buraco é na pista da direita da BR-122 no sentido ao trevo da BR-251 e o mesmo fica quase no centro da rodovia, diante disso o motorista tem que manobrar o veículo para o pouco espaço do acostamento ou arriscar a invadir a pista contrária. O pior é que, em caso de chuva, ocorre o alagamento na pista, quando o buraco fica coberto de água e, com isso, os motoristas não observam essa deficiência na pista, podendo acontecer acidente. Na manhã de ontem, conforme informe oriundo da 11ª Companhia da Polícia Rodoviária Estadual, há relatos de que pneus dos carros têm sido cortados em função desse buraco na pista da BR-122, no km 241.

O Departamento de Estradas de Rodagem (DEER-MG) já foi comunicado e a expectativa é de que o buraco seja tapado o mais breve possível. Enquanto isso, os motoristas devem ter cautela ao transitar pela rodovia BR-122 na altura do km 241 entre Capitão Enéas e o trevo da BR-251. A BR-122 inicia no Trevo da BR-251 e termina na Bahia, cortando todo Norte de Minas. O seu primeiro trecho, até a cidade de Janaúba, foi asfaltado em 1980, pelo então governador Francelino Pereira.

No ano de 1987 foi construído o trecho de Janaúba a Espinosa, pelo então governador Newton Cardoso. (Girleno Alencar com Oliveira Junior)

Fonte: gazetanortemineira.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *