quarta-feira, 15 agosto(38)99114-1908

Celulares roubados em Minas poderão ser bloqueados online

Central de Bloqueio de Celulares do Estado permitirá que o aparelho seja bloqueado utilizando o número do celular e dados pessoais

SEGURANÇA

Celulares roubados em Minas poderão ser bloqueados online

O governo do Estado anunciou nesta sexta-feira a criação da Central de Bloqueio de Celulares do Estado (Cbloc), plataforma por meio da qual será possível bloquear o aparelho celular roubado online.

Disposta na página da Secretaria de Segurança Pública (Sesp), a central disponibiliza que o bloqueio do aparelho seja feito apenas através do número do celular e dados pessoais.

Atualmente, o usuário precisa ter em mãos o número do IMEI para entrar em contato com a operadora para solicitar o impedimento.

Com a nova central, ao receber a solicitação de bloqueio, profissionais da Secretaria de Segurança vão providenciar a inutilização do aparelho junto à Agência Nacional de Telecomunicações  (Anatel) em até 24 horas.

Conforme apurou o Jornal de Espinosa, o acesso à Central deve ser feito até 48 horas após o registro do boletim de ocorrência da Polícia Militar. O prazo é para potencializar de forma mais rápida a inutilização do aparelho.

No entanto, o usuário também poderá acessar o CBLOC após esse período. O cidadão não perderá a linha ou qualquer benefício que tem com as operadoras.

Outra iniciativa divulgada foi Centro de Inteligência e Operação Estratégicas do Estado (Cioe), onde instituições envolvidas com segurança pública poderão tomar decisões em conjunto.

Bases comunitárias

O Governo de Minas Gerais anunciou nesta sexta-feira (6), na Cidade Administrativa, no bairro Serra Verde, a implantação de mais 120 bases comunitárias da Polícia Militar destinadas ao Estado. Atualmente, a corporação tem 86 bases em Belo Horizonte.

“Primeiro vamos levar para a região metropolitana até setembro, como Contagem, Betim, Ribeirão das Neves, Vespasiano. É um modelo diferente de segurança. A experiência das bases foi muito bem sucedida”, afirmou o governador Fernando Pimentel  (PT).

Fonte:otempo.com.br

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo não pode ser reproduzido sem permissão do Administrador