domingo, 23 fevereiro(38)99114-1908

Do Norte de Minas para a Argentina: atleta de basquete é selecionado para defender o Boca Juniors

14/02/2020 – 15h40

Yan Santana, de 17 anos, fará parte da equipe sub-19 e prospecta grandes feitos com a nova camisa.

Pouca idade, mas currículo recheado. O atleta de basquete Yan Santana, de 17 anos, vive um momento ímpar na carreira. Há poucos dias, o montes-clarense, que há alguns anos saiu o Norte de Minas para ir em busca do sonho, foi selecionado para integrar a equipe sub-19 do Boca Juniors, na Argentina.

Na terra do Maradona e Messi, o jovem quer fazer história jogando a modalidade. Yan atua como armador que, em tese, fica responsável pelas jogadas ofensivas, criação de oportunidades para companheiros e ajuda na parte defensiva.

O contato com prática da modalidade veio cedo, na infância, com apenas quatro anos. Brincar de bater a bola laranja foi um dos passatempos preferidos. Com incentivo do pai, aos poucos aprimorou as habilidades e a primeira experiência foi com os Jogos Escolares de Minas Gerais (Jemg), quando ganhou, por duas vezes, o melhor jogador escolar da escola.

Caminho vitorioso

No brasileiro, representando Montes Claros ele iniciou a trajetória no Colégio Índice.  Ainda quando integrava equipe sub-13, Yan foi cestinha do Campeonato Mineiro e após encerrar o ciclo na maior cidade de Norte de Minas, seguiu rumo à capital mineira para jogar no Ginástico. Com mais um título estadual, participou de campeonatos fora do país, inclusive na Argentina.

Em 2018, de casa nova, foi para o Mackeinze, também em Belo Horizonte. Por lá, foi campeão mineiro e sul-americano, além de faturar o terceiro lugar no brasileiro. Ele também fez parte da seleção mineira.

Já em Juiz de Fora, na Zona da Mata, onde estava no ano passado, terminou como campeão escolar e primeiro lugar no adulto de Minas Gerais, na Liga Mineira.  No sub-18, vice-campeão da Liga Carioca e foi mais uma vez cestinha.

Devido aos contatos com o país sul-americano, Yan foi convidado para fazer testes no Boca e San Lorenzo. Desde o dia 30 de janeiro, com mais de 100 atletas, fez uma semana de treinamentos no Boca e foi aprovado para compor equipe sub-19.

Com o feito, a expectativa do pai coruja, Rogério Santana, é que o jovem tenha um ano feliz, alegre e de conquistas na nova escola, que ele considera uma das maiores do mundo. Conta, ainda, que a disciplina é um dos pontos fortes do garoto.

“A gente sempre fica muito feliz pelo filho estar conseguindo trabalhar dentro do que gosta, dando passos largos na terra da Argentina, que é vice-campeã mundial. É uma evolução grande. É muita felicidade e orgulho. Ele é um menino muito dedicado e isso que coloca em uma posição de estar no caminho certo”, descreveu.

Yan revela estar feliz com o novo ambiente e prospecta grandes feitos com a nova camisa. As palavras de agradecimento são proferidas no momento em que realiza um dos sonhos.

“Estou muito feliz de representar a camisa do Boca agora, camisa de muita tradição. Quero agradecer a todos que oraram e torceram por mim. O primeiro passo foi dado. Tudo que eu almejei, sonhei e batalhei está se concretizando aqui. Estou muito feliz com os meus companheiros de quadra, técnicos, a estrutura do clube e dizer que atmosfera desse lugar é sensacional”, agradeceu.

O calendário oficial de competições ainda não foi divulgado pela Confederação Argentina de Basquete.

Fonte: webterra.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo não pode ser reproduzido sem permissão do Administrador