segunda-feira, 25 outubro(38)99114-1908

Não é só a televisão

Em boa fase, Flamengo faz da renda de jogos mais um diferencial em 2019

flm

No último domingo, na vitória por 1 a 0 sobre o CSA, no Maracanã, o Flamengo completou o ciclo de três jogos seguidos como mandante entre 20 e 27/10, sendo dois pelo Brasileiro e um pela Libertadores. No confronto, o rubro-negro estabeleceu o novo recorde de pagantes da Série A (65.649) e alcançou uma arrecadação que evidencia a necessidade de Atlético e Cruzeiro pensarem em soluções para não verem a diferença financeira entre eles e os cariocas aumentar ainda mais.

A divisão das cotas de TV aparece como “desculpa” para o momento flamenguista, mas a distância na renda de jogos é maior que o dinheiro da televisão.

O momento do time de Jorge Jesus ajuda e esta deve ser a realidade flamenguista agora. Com este cenário positivo, o Flamengo teve renda bruta de quase R$ 14,5 milhões nos últimos três jogos. Na temporada inteira, Atlético e Cruzeiro lucraram cerca de R$ 17 milhões.

TOTAL

A arrecadação do clube da Gávea nesses jogos impulsionado pela renda de R$ 8 milhões na última quarta-feira, nos 5 a 0 sobre o Grêmio, pela Libertadores.

De toda forma, na temporada 2019, o clube carioca já arrecadou, bruto, R$ 60 milhões a mais que Atlético e Cruzeiro.

Isso dá, em média, R$ 5 milhões a mais por mês. E a tendência é essa diferença aumentar, com a torcida empolgada pela quase certeza do título da Série A e pelos 25% que receberá da renda da final da Libertadores.

O fator motivação dos flamenguistas não pode ser descartado da análise. De toda forma, equilibrar essa disputa é o desafio comum para as diretorias de Galo e Raposa em 2020.

Fonte: onorte.net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *