terça-feira, 19 outubro(38)99114-1908

Norte de Minas pediu R$718 mil para implantar usina de resíduos sólidos

16/01/2020 – 7h55

m m 2

A Associação dos Municípios da Área Mineira da Sudene (AMAMS) e o Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento Ambiental do Norte de Minas (Codanorte) solicitou ao Ministério do Desenvolvimento Regional a liberação de R$718 mil para a implantação da Usina de Triagem e Compostagem de Resíduos Sólidos Urbanos na cidade de Januária, com trasbordo dos rejeitos para o Aterro Sanitário, atendendo aos municípios de  Bonito de Minas, Cônego Marinho, Itacarambi, Januária, Pedras de Maria da Cruz e São João das Missões.  Ficou decidido que o projeto será apresentado a Bancada do Norte de Minas, para a apresentação de emenda parlamentar.

A comitiva do Norte de Minas foi recebida por André Braga Galvão, que é chefe de Gabinete da Secretaria Nacional de Saneamento do Ministério do Desenvolvimento Regional e Sergio Luiz da Silva Cotrim, coordenador geral de Saneamento Integrado de Resíduos e Drenagem. O presidente da AMAMS, Marcelo Félix, prefeito de Januária;  o secretário executivo do CODANORTE, Enilson Francisco  e o engenheiro ambiental, Pedro Bicalho, mostraram a importância desse projeto, pois atenderá de forma consorciada aos municípios, todos eles na Bacia do São Francisco, evitando a sua degradação.

O secretário nacional informou que é viável atender a proposta, pois a Secretaria Nacional de Saneamento do Ministério do Desenvolvimento Regional se dispõe a atuação em sistema de consórcios e por isso, sugeriu que se buscasse o apoio dos deputados e senadores, tendo em vista que existem recursos. Eles anunciaram que a Secretaria Nacional de Saneamento se coloca a disposição para fazer a capacitação de quem atuará nessa área.

Fonte: gazetanortemineira.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *