terça-feira, 2 junho(38)99114-1908

Norte mineira apresenta em Brasília pesquisa literária

06/02/2020 – 11h36

A professora do Instituto Federal do Norte de Minas Gerais,  Edneia Rodrigues Ribeiro, nascida em Capitão Enéas, participa de programa da TV Justiça, hoje, em Brasília, quando falará sobre sua  descobriu de textos inéditos do diplomata e poeta brasileiro João Cabral de Melo Neto, que completaria 100 anos no último dia 09 de janeiro. A TV Justiça é vinculada ao Conselho Nacional de Justiça. A sua descoberta foi noticiada pelos principais órgãos de comunicação do Brasil. A norte-mineira saiu de Montes Claros ontem.

Entre os textos inéditos, encontrados no Arquivo-Museu de Literatura Brasileira da Fundação Casa de Rui Barbosa, no Rio de Janeiro, há cerca de 40 poemas e um texto de 30 laudas datilografadas, em que o pernambucano discute o panorama da literatura brasileira em 1954. Com a descoberta, Edneia foi convidada a fazer parte do projeto de reedição das obras completas do autor de Morte e vida Severina. Serão dois livros, um de poesia; outro de prosa. Ambos já estavam sendo organizados por Antonio Carlos Secchin e Sérgio Martagão Gesteira e serão publicados pela Alfguara, do grupo Companhia das Letras, como parte das comemorações pelo centenário do autor.

Além do apoio da família, dos professores que teve ao longo de sua formação e do seu orientador do doutorado, a pesquisadora também credita essa descoberta ao IFNMG. “Estar afastada das atividades docentes no IFNMG durante quatro anos foi fundamental para que a pesquisa se realizasse. Além das questões geográficas, conciliar o trabalho como professora à pesquisa seria inviável. O auxílio viabilizado por meio do Programa de Bolsas para Qualificação de Servidores (PBQS) também tornou possível arcar com algumas das despesas com transporte e hospedagem, no Rio de Janeiro”, relata a professora.

Natural de Capitão Enéas, Edneia é doutora em Letras/ Estudos Literários pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e egressa do mestrado em Letras/Estudos Literários da Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes). No IFNMG, ela ingressou em 2010, inicialmente no Campus Salinas e desde 2018 no Campus Montes Claros. Foi ao longo desses 10 anos que a pesquisadora teve a oportunidade de aprofundar seus estudos em literatura brasileira, poéticas da modernidade e em João Cabral de Melo Neto.

Fonte: gazetanortemineira.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo não pode ser reproduzido sem permissão do Administrador