O projeto Ouvidoria Móvel, da Ouvidoria-Geral do Estado de Minas Gerais (OGE), atendeu ontem, em Montes Claros, na praça Dr. Chaves, cidadãos em busca dos seus direitos, que registraram diversas reclamações, em diferentes áreas, como saúde e transporte.

De acordo com a ouvidora especializada da Ouvidoria Geral do Estado, titular da Ouvidoria de Fazenda, Patrimônio e Licitações Públicas e Prevenção e Combate à Corrupção, Maria Elisa Brás Barbosa, o foco do trabalho, oferecido em parceria com outros órgãos, é registrar as manifestações dos cidadãos, servidores públicos e contribuintes do município.

“Registramos todas as demandas, que podem ser reclamações, denúncias, solicitação de informação e até elogios. Nós as encaminhamos aos setores competentes para análise e apuração, e, na maioria das vezes, são resolvidas. Isso, quando na demanda há indícios de materialidade e realmente for um direito da pessoa”, explicou.

“Este é o momento de o cidadão falar o quiser em relação aos serviços públicos municipais, estaduais e federais. Entre as frases que me chamaram a atenção no atendimento em Montes Claros está a de uma cidadã que disse que, quando fica sabendo de um evento dessa natureza, não deixa de comparecer, porque sente-se cada vez mais distante dos seus direitos e eventos com este podem diminuir essa distância”, contou a ouvidora.

A estudante Luciene Alves da Silva, de 46 anos, procurou a Ouvidoria para reclamar da dificuldade da realização de um exame de colonoscopia pela rede de saúde pública. “No primeiro momento, procurei o PSF, onde me informaram que seria difícil a realização do exame e que a lista de espera estaria muito grande, sendo quase impossível a realização. Isso, sem falar na falta de atendimento humanizado, já que na maioria das vezes voltamos para casa desmotivados, sem a esperança da realização de qualquer procedimento”, reclamou.

PARCEIROS 
O evento em Montes Claros teve a parceria da Defensoria Pública de Minas Gerais, Defensoria Pública da União, Ouvidoria do município e um servidor da Secretaria de Estado da Fazenda. A ouvidoria está visitando municípios de Minas Gerais.

Mesmo depois do evento, quem quiser registrar alguma denúncia, reclamação ou solicitação poderá fazê-lo pelo Disque Ouvidoria (162), Disque Saúde (136), WhatsApp (31) 99802- 9713 ou e-mail canalanticorrupcao@ouvidoriageral.mg.gov.br.

Fonte: onorte.net