terça-feira, 3 agosto(38)99114-1908

UNICEF preocupada com obesidade e má alimentação no Norte de Minas

23/10/2019 – 16h25

moc 2312A reunião da Unicef Foto: GIRLENO ALENCAR

 O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) está preocupada com a quantidade de adolescentes obesos na área mineira da Sudene e, por isso, realizou ontem em Montes Claros uma capacitação com os gestores de saúde, visando estimular a boa nutrição. A medica pediatra Tati Andrade, que atua na área de saúde da Unicef no Brasil explicou que até pouco tempo, o foco das ações estavam direcionados para a subnutrição no semi-árido, mas agora a constatação é que os adolescentes estão com sobrepeso, com o agravamento de estarem se alimentando de forma errada. Atualmente 111 municípios mineiros aderiram ao Selo Unicef 2017/2020, sendo 64 do Norte de Minas.

A discussão ocorreu no auditório da Associação dos Municípios da Área Mineira da Sudene (AMAMS) e a meta é convencer os adolescentes a trocaram o refrigerante pela banana, como exemplo, que é um produto típico do Norte de Minas e cujo preço é o idêntico. A pediatra Tati Andrade explica que o Brasil ainda apresenta casos de desnutrição na área indígena da Amazônia, em fato que chama a atenção, pois a área é rica em produtos naturais para alimentação. No resto do Brasil, segundo a pediatra, ainda tem áreas de pobreza, mas mesmo os ricos tem se alimentado muito mal. Para reverter essa situação, é proposta uma ação conjunta entre as áreas de educação e saúde.

Outros assuntos abordados foram a questão da gravidez na adolescência, com crianças de 11 a 12 anos tendo vida sexual ativa e ainda mais, gerando filhos. O sarampo também foi outro assunto abordado. A consultora da UNICEF lembra que essa doença já tinha sido erradicada do Brasil, mas voltou agora, ainda mais que é grande o fluxo turístico com os Estados Unidos e França. Tati Andrade frisa que é inadmissível que nessa época da tecnologia, ainda encontre pessoas com sarampo.

Fonte: gazetanortemineira.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *