segunda-feira, 30 março(38)99114-1908

Política

Concurso do Censo adiado: IBGE vai devolver dinheiro de quem fez inscrição em Minas

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) informou nesta quarta-feira (25) que vai fazer o reembolso da taxa de inscrição de todos os candidatos que fizeram inscrição para trabalhar no Censo 2020.. A coleta dos dados foi adiada por causa da pandemia do novo coronavírus. Em Minas Gerais, 22 mil vagas temporárias estavam sendo oferecidas, com remuneração de até R$ 4,5 mil. No Brasil, eram 200 mil postos de trabalho aberto. Como o Censo não ocorrerá no prazo definido, o IBGE optou por devolver os valores referentes às inscrições - R$ 35,80 para as funções de nível médio e de R$ 23,61 para recenseador. "O IBGE e o CEBRASPE estão trabalhando em conjunto para viabilizar o ressarcimento dos valores pagos pelas inscrições com a maior brevidade possível", declarou o instituto
Espinosa decreta situação de emergência por 180 dias.

Espinosa decreta situação de emergência por 180 dias.

Fica declarada SITUAÇÃO DE EMERGÊNCIA em saúde pública no Município de Espinosa, pelo prazo de 180 (cento e oitenta) dias, tendo em razão da “pandemia”, declarada pela Organização Mundial de Saúde decorrente da Infecção Humana pelo Novo Coronavírus (COVID - 19), nos termos da Portaria n.º 188, de 3 de fevereiro de 2020, do Ministério da Estado da Saúde, e ainda, do Decreto Estadual nº 47.886/2020 do Estado de Minas Gerais. O prazo estabelecido neste decreto poderá ser prorrogado em caso de comprovada necessidade. (mais…)
Bolsonaro estuda possível recriação do Ministério da Segurança Pública

Bolsonaro estuda possível recriação do Ministério da Segurança Pública

Presidente diz que atende pedido de secretários estaduais da área e prevê Moro contra fragmentação de sua pasta 23/01/2020 - 11h55 Jair Bolsonaro e Sergio Moro O presidente Jair Bolsonaro afirmou, na manhã desta quinta-feira (23), que o governo estuda a possibilidade de recriar o Ministério da Segurança Pública mesmo contra a vontade do ministro da Justiça, Sérgio Moro, que atualmente é o responsável pela área. "É comum (o governo) receber demanda de toda a sociedade. E ontem (quarta, 22) os secretários estaduais da segurança pública pediram para mim a possibilidade de recriar o Ministério da Segurança. Isso é estudado. É estudado com o Moro... Lógico que o Moro deve ser contra, mas é estudado com os demais ministros", disse Bolsonaro na saída do Palácio da Alvorada, antes de
ELEIÇÕES  2020

ELEIÇÕES 2020

Saiba quais regras vão vigorar nas eleições municipais de 2020 14/01/2020 - 9h Nesse ano, eleitores irão às urnas para escolher prefeitos e vereadores. Será a primeira eleição em que os partidos não poderão fazer alianças para as câmaras municipais. Daqui a exatamente um ano, os brasileiros irão às urnas para escolher prefeitos e vereadores. A eleição, marcada para 4 de outubro de 2020, será a primeira em que os partidos não poderão fazer alianças para disputar as câmaras municipais – somente para as prefeituras. Veja abaixo quais regras vão vigorar para as eleições municipais de 2020. DATA DA ELEIÇÃO Dia 4 de outubro de 2020. O 2º turno das votações será realizado no dia 25 do mesmo mês. CARGOS EM dISPUTA Serão escolhidos prefeitos, vice-prefeitos e vereadores
Bolsonaro alivia Norte de Minas e deputado comemora ato

Bolsonaro alivia Norte de Minas e deputado comemora ato

07/01/2020 - 9h O presidente Jair Bolsonaro anunciou, ontem de manhã, o fim da taxação da energia solar, como propôs a Agência Nacional de Energia e Eletricidade (ANEEL), em medida que atende diretamente ao Norte de Minas, que tem o maior potencial nesta área em todo Estado. O deputado federal Marcelo Freitas, do PSL, anunciou ontem que manteve contato com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, onde tramita o projeto, para que essa proposta seja reprovada. Ela ainda falou  na Presidência da República e colocou seu argumento. O risco de taxação estava preocupando as lideranças do Norte de Minas. Segundo Marcelo Freitas, o presidente Rodrigo Maia garantiu lhe a votação de projeto de lei, em regime de urgência, proibindo a taxação da energia gerada por radiação solar. “
Zema sanciona texto favorável a servidores da Lei 100

Zema sanciona texto favorável a servidores da Lei 100

Licença para tratamento de saúde foi prorrogada até dezembro de 2023 06/01/2020 - 8h35 Governador disse, em rede social, que a reivindicação desses servidores, inclusos na Lei 100, é justa Os servidores estaduais remanescentes da polêmica Lei Complementar (LC) 100/2007 começaram o novo ano mais tranquilos. Isso porque o Diário Oficial de Minas Gerais publicou a LC 152/2019, que prorroga a licença para tratamento de saúde dos trabalhadores atingidos pela declaração de inconstitucionalidade da LC 100 pelo Supremo Tribunal Federal (STF) em 2014. Na prática, o prazo de afastamento do servidor para tratamento de saúde que se encerraria em 31 de dezembro de 2019 foi estendido até a mesma data de 2023. Zema recorreu a uma rede social para destacar a novidade: “Promulg
Promotor cobra esclarecimentos sobre transporte coletivo

Promotor cobra esclarecimentos sobre transporte coletivo

O promotor Felipe Caires e os vereadores Foto: GIRLENO ALENCAR O promotor Felipe Gustavo Gonçalves Caires, da Curadoria do Consumidor do Ministério Público, em Montes Claros, deu prazo de 10 dias ao prefeito Humberto Souto para esclarecer por qual motivo assinou no dia 29 de novembro o Termo de Aditamento com o Consórcio Mocbus, que assumiu a concessão do transporte coletivo urbano da cidade, mas apenas publicou no Diário Oficial no dia 17 de dezembro. Ele solicitou ontem de manhã que a Câmara Municipal peça esclarecimentos, pois entende que o ato causa estranheza, pois implicou no reajuste da tarifa do transporte coletivo urbano de R$2,75 para R$2,89 e que acabou sendo fixada em R$2,85, com desconto de R$0,04 centavos; ampliou o prazo para a apresentação de veículos novos e outras medida
Municípios em ação contra o Aedes aegypti

Municípios em ação contra o Aedes aegypti

13/12/2019 - 14h50 Encontro forneceu orientação e correção das ações no combate ao Aedes Coordenadores de vigilância em saúde de 53 municípios do Norte de Minas se reuniram ontem em Montes Claros para alinhar informações e definir os planos de contingência para o enfrentamento das doenças transmitidas pelo Aedes aegypti no período 2019/2020. A região registrou neste ano milhares de casos de dengue e os levantamentos realizados em novembro para identificação de focos do mosquito nos domicílios mostraram que o risco de epidemia ainda é alto em vários municípios. No encontro de ontem foram feitos ajustes nas propostas de ações elaboradas pelos municípios para combater o transmissor também da zika e chikungunya. “O encontro teve o objetivo de contribuir para a organização do
error: Conteúdo não pode ser reproduzido sem permissão do Administrador