sexta-feira, 17 janeiro(38)99114-1908

Política

ELEIÇÕES  2020

ELEIÇÕES 2020

Saiba quais regras vão vigorar nas eleições municipais de 2020 14/01/2020 - 9h Nesse ano, eleitores irão às urnas para escolher prefeitos e vereadores. Será a primeira eleição em que os partidos não poderão fazer alianças para as câmaras municipais. Daqui a exatamente um ano, os brasileiros irão às urnas para escolher prefeitos e vereadores. A eleição, marcada para 4 de outubro de 2020, será a primeira em que os partidos não poderão fazer alianças para disputar as câmaras municipais – somente para as prefeituras. Veja abaixo quais regras vão vigorar para as eleições municipais de 2020. DATA DA ELEIÇÃO Dia 4 de outubro de 2020. O 2º turno das votações será realizado no dia 25 do mesmo mês. CARGOS EM dISPUTA Serão escolhidos prefeitos, vice-prefeitos e vereadores
Bolsonaro alivia Norte de Minas e deputado comemora ato

Bolsonaro alivia Norte de Minas e deputado comemora ato

07/01/2020 - 9h O presidente Jair Bolsonaro anunciou, ontem de manhã, o fim da taxação da energia solar, como propôs a Agência Nacional de Energia e Eletricidade (ANEEL), em medida que atende diretamente ao Norte de Minas, que tem o maior potencial nesta área em todo Estado. O deputado federal Marcelo Freitas, do PSL, anunciou ontem que manteve contato com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, onde tramita o projeto, para que essa proposta seja reprovada. Ela ainda falou  na Presidência da República e colocou seu argumento. O risco de taxação estava preocupando as lideranças do Norte de Minas. Segundo Marcelo Freitas, o presidente Rodrigo Maia garantiu lhe a votação de projeto de lei, em regime de urgência, proibindo a taxação da energia gerada por radiação solar. “
Zema sanciona texto favorável a servidores da Lei 100

Zema sanciona texto favorável a servidores da Lei 100

Licença para tratamento de saúde foi prorrogada até dezembro de 2023 06/01/2020 - 8h35 Governador disse, em rede social, que a reivindicação desses servidores, inclusos na Lei 100, é justa Os servidores estaduais remanescentes da polêmica Lei Complementar (LC) 100/2007 começaram o novo ano mais tranquilos. Isso porque o Diário Oficial de Minas Gerais publicou a LC 152/2019, que prorroga a licença para tratamento de saúde dos trabalhadores atingidos pela declaração de inconstitucionalidade da LC 100 pelo Supremo Tribunal Federal (STF) em 2014. Na prática, o prazo de afastamento do servidor para tratamento de saúde que se encerraria em 31 de dezembro de 2019 foi estendido até a mesma data de 2023. Zema recorreu a uma rede social para destacar a novidade: “Promulg
Promotor cobra esclarecimentos sobre transporte coletivo

Promotor cobra esclarecimentos sobre transporte coletivo

O promotor Felipe Caires e os vereadores Foto: GIRLENO ALENCAR O promotor Felipe Gustavo Gonçalves Caires, da Curadoria do Consumidor do Ministério Público, em Montes Claros, deu prazo de 10 dias ao prefeito Humberto Souto para esclarecer por qual motivo assinou no dia 29 de novembro o Termo de Aditamento com o Consórcio Mocbus, que assumiu a concessão do transporte coletivo urbano da cidade, mas apenas publicou no Diário Oficial no dia 17 de dezembro. Ele solicitou ontem de manhã que a Câmara Municipal peça esclarecimentos, pois entende que o ato causa estranheza, pois implicou no reajuste da tarifa do transporte coletivo urbano de R$2,75 para R$2,89 e que acabou sendo fixada em R$2,85, com desconto de R$0,04 centavos; ampliou o prazo para a apresentação de veículos novos e outras medida
Municípios em ação contra o Aedes aegypti

Municípios em ação contra o Aedes aegypti

13/12/2019 - 14h50 Encontro forneceu orientação e correção das ações no combate ao Aedes Coordenadores de vigilância em saúde de 53 municípios do Norte de Minas se reuniram ontem em Montes Claros para alinhar informações e definir os planos de contingência para o enfrentamento das doenças transmitidas pelo Aedes aegypti no período 2019/2020. A região registrou neste ano milhares de casos de dengue e os levantamentos realizados em novembro para identificação de focos do mosquito nos domicílios mostraram que o risco de epidemia ainda é alto em vários municípios. No encontro de ontem foram feitos ajustes nas propostas de ações elaboradas pelos municípios para combater o transmissor também da zika e chikungunya. “O encontro teve o objetivo de contribuir para a organização do
Presidente sanciona lei e saque do FGTS sobe de 500 para até 998 reais

Presidente sanciona lei e saque do FGTS sobe de 500 para até 998 reais

12/12/19 - 16h50 O presidente Bolsonaro sancionou hoje a medida provisória que aumenta o limite do saque imediato do FGTS para até um salário mínimo. LIBERAR O Congresso havia decidido liberar o saque integral do fundo para quem tinha no máximo um salário mínimo na conta até o dia 24 de julho de 2019. Para valer em definitivo, faltava a aprovação do presidente, que foi confirmada nesta quinta. MUDANÇAS Para quem tinha mais do que um salário mínimo na conta do FGTS em 24 de julho, o saque imediato continua restrito a até R$ 500 por conta. A Caixa ainda não divulgou informações sobre eventuais mudanças nas regras do saque imediato do FGTS. Fonte: montesclaros.com
Codemc instala Câmara de Turismo e discute escassez hídrica

Codemc instala Câmara de Turismo e discute escassez hídrica

12/12/2019 - 16h30 O Conselho de Desenvolvimento de Montes Claros (CODEMC) realiza reunião em Montes Claros, hoje (10), às 11 horas, quando instala a Câmara de Turismo e Cultura, quando o empresário Esmeraldo Pizarro, presidente do Convention Bureau, será empossado como coordenador, tendo a função de fomentar essa atividade em Montes Claros, para atrair empregos e renda. Um dos pontos em discussão é retirar do papel o Centro de Convenções de Montes Claros, projeto iniciado em 2006, mas que passados 13 anos, não saiu do papel. O CODEMC tem duas propostas nessa área: obter do Ministério do Turismo a verba para retomar o projeto ou então convencer o Grupo Coteminas a construir esse complexo no bairro Planalto. No ano de 2006 o então ministro do Turismo, Walfrido dos Mares Guia, liberou
Deputado quer discutir mineroduto no Norte de Minas

Deputado quer discutir mineroduto no Norte de Minas

10/12/2019 - 16h O deputado Carlos Pimenta, do PDT, anunciou, ontem de manhã, que pedirá uma audiência das Comissões de Meio Ambiente e de Minas e Energia da Assembleia Legislativa de Minas Gerais para discutir o projeto de mineração do Norte de Minas, pois afirma que o assunto é polêmico e quer  debater profundamente a construção da mineradora na região de Grão Mogol, que construirá a maior barragem de rejeitos do mundo com 2,4 bilhões de toneladas. Ele salienta que a Barragem de Brumadinho, que rompeu, tinha 12 milhões de toneladas, ou seja, 200 vezes menor. No caso do projeto do Norte de Minas, o deputado afirma que está programado um mineroduto, que precisará de bilhões de metros cúbicos de água para empurrar o minério microgranulado até o porto de Ilhéus. “Não dou contra o e
Governo nega que 13º será afetado por solicitação do MPC

Governo nega que 13º será afetado por solicitação do MPC

Ministério Público de Contas questiona venda do nióbio, planejada para pagar abono natalino 10/12/2019 - 15h32 Governador Romeu Zema sancionou o projeto aprovado na Assembleia Legislativa de Minas que pode garantir o pagamento do 13º salário aos servidores do Estado ainda neste ano O secretário de Estado de Governo, Bilac Pinto, garantiu nesta segunda-feira (9) que a solicitação feita pelo Ministério Público de Contas (MPC), para que Minas suspenda a comercialização do nióbio, não deve interferir na data para o pagamento do 13º salário dos servidores. O projeto que garante os recursos para a gratificação natalina foi aprovado em segundo turno na Assembleia Legislativa. No entanto, na última semana, o MPC entrou com o pedido para a suspensão da operação, como for
Americano ajuda na revitalização da hidrovia do São Francisco

Americano ajuda na revitalização da hidrovia do São Francisco

14/11/2019 - 16h33 Foto: Gileno Alencar Uma equipe técnica formada por norte-americanos está ajudando nos estudos sobre o retorno da navegação comercial na Hidrovia do rio São Francisco. Um membro do Exército dos Estados Unidos participou da audiência realizada em Brasília na Comissão de Viação e Transportes da Câmara dos Deputados. A viabilidade econômica da reativação da hidrovia do São Francisco foi confirmada por especialistas. Dados apresentados durante a audiência pública mostram que uma barcaça, por exemplo, poderia levar 900 toneladas de carga; quantidade que se transportada por terra, exigiria 35 carretas. A viabilidade ambiental também foi confirmada pelos debatedores: a emissão de poluentes é quatro vezes maior nas rodovias do que nas hidrovias. Os representantes de vários
error: Conteúdo não pode ser reproduzido sem permissão do Administrador